Visibilidade lésbica

SoB | Gênero | 29/08/2017 | 291 |



Visibilidade lésbica 

POR SUELI ALVES

Dia 29 de agosto é o dia da visibilidade lésbica. Data importante na luta contra o machismo e a LGBTFobia, pois o Brasil segue sendo um dos países mais violentos contra as mulheres e, junto a isso, as mulheres lésbicas e bissexuais. 

A crescente popularização da questão da diversidade sexual, causa uma falsa impressão de que essa população apresenta melhorias em suas vidas cotidianas, porém não é isso o que de fato se apresenta na realidade. A maior exposição vem acompanhada de ataques reacionários, aumentando o número de estupros, assassinatos de mulheres, lésbicas e bissexuais.

É preciso que se crie movimentos amplos de mulheres e LGBTs que estejam à frente neste tema, que discutam com toda a sociedade e lutem por igualdade sexual e de gênero.

A luta contra todas as formas de opressão passa necessariamente pela luta contra o capitalismo, mas enganam-se aqueles que pensam que podemos lutar contra o sistema sem passar pelas demandas específicas de todos/as os oprimidos/as.

Por isso, além de lutar contra o sistema como um todo, precisamos de ter políticas específicas para os/as oprimidos/as. No âmbito da educação, temos que lutar pela incorporação do tema sexualidade e gênero no Plano Nacional, Estaduais e Municipais de Educação, desde a educação infantil, bem como políticas de saúde e de orientação sexual a essas mulheres. Além disso tudo, organizar uma luta constante e um movimento real nas ruas contra a violência e pela criminalização da LGBTFobia é fundamental.


As mais lidas